Escolhendo novos pensamentos

Você sabia que os pensamentos que você tem podem determinar a forma como os acontecimentos da sua vida se desdobrarão e, mais do que isso, que você pode ter consciência e escolher que tipo de pensamento quer nutrir em sua mente?

 A PNL (Programação Neurolinguística) explica.

Geralmente, temos o hábito de projetar a responsabilidade da nossa realidade nas questões externas quando estamos passando por determinadas situações, seja ela qual for, mas principalmente se tiver tendo um impacto aparentemente negativo em nossas vidas.

Nos acostumamos a usar nossas insatisfações para culpar situações ou pessoas pela nossa condição, e é dessa forma que entregamos ao externo nosso poder pessoal.

Acreditar que não somos responsáveis pela nossa realidade e que os acontecimentos não são possibilidades de aprendizados também é um padrão de pensamento, uma crença que absolutamente não nos traz nenhum benefício, mas que por meio da PNL pode ser mudado.

Antes de qualquer coisa, é preciso entender que os seus sentimentos são o termômetro dos seus pensamentos, ou seja, o que você está sentindo nesse momento sobre essa situação? E ao se fazer essa pergunta e conseguir respondê-la fica mais fácil identificar qual padrão de pensamento você está alimentando.

Esse não é um exercício que se obtém resultados de um dia para o outro, claro, e nem as respostas chegarão como num passe de mágica. As práticas de PNL precisam ser acompanhadas por um especialista, treinador comportamental, que já tem experiência nos movimentos necessários para que esses resultados sejam alcançados.

PNL é um processo de autoconhecimento que requer dedicação, foco e continuísmo, e que proporciona transformações incríveis na sua forma de ver o mundo.

Então, aquele pensamento, que muitas vezes você nem sabia que estava alimentando com tanto afinco diariamente, pode ser desvelado e compreendido. Logo, o comportamento que é gerado por ele também e esse caminho vai te conduzir a uma descoberta fabulosa sobre sua mente: você pode escolher novos pensamentos!

Sim, e a partir disso reavaliar e mudar o seu comportamento diante das situações, pessoas, questões mais íntimas, projetos, ou seja lá o que for que você sente que precisa ser transformado em sua vida.

Suas emoções estarão mais sob sua observação atenta e, sem dúvidas, mudanças significativas acontecerão. Tudo dependerá do seu propósito ao buscar a PNL como ferramenta para te auxiliar.

Afinal, existem técnicas específicas para cada tipo de situação, para o desenvolvimento de novos pensamentos e novos padrões comportamentais.

Foi observando, mapeando e modelando os padrões linguísticos verbais e não verbais das pessoas que alcançavam bons resultados e eram bem-sucedidas em suas atuações que Richard Bandler e John Grinder, no início dos anos 70, iniciaram os estudos sobre a PNL na Universidade de Santa Cruz na Califórnia.

E é com essa PNL desenvolvida no decorrer do tempo que Marisa Morais trabalha e tem o propósito de tornar uma ferramenta de transformação na vida da maior quantidade de pessoas possível.

O que te parece a ideia de poder escolher novos pensamentos e mudar sua realidade?

Deixe uma resposta